Cientista de dados: o que faz, carreira e salário

Uma pessoa cientista de dados é, sobretudo, uma pessoa com o poder de gerar mudanças significativas em seu contexto. Em caso de trabalhar em uma empresa, por exemplo, suas análises podem conduzir à otimização da receita, à eliminação de erros e a contribuições que ajudam na sustentabilidade do negócio. A pós-graduação lato sensu em Data Science e Decisão do Insper oferece esta oportunidade para pessoas que são formadas em diversas outras áreas ganharem as habilidades necessárias para exercerem a função de um cientista de dados. Embora possam parecer similares, essas duas áreas têm uma diferença entre elas.

o que faz cientista de dados

Eles são responsáveis por todo o ciclo de vida desses elementos, desde a coleta e limpeza inicial até a análise avançada e a criação de modelos preditivos. O bacharelado tem duração de quatro anos e está disponível em 426 polos espalhados no estado de São Paulo. O seu conteúdo é pautado na apresentação de ferramentas matemáticas, estatísticas e computacionais, que permitem extrair informações relevantes de dados. Em São Paulo, a PUC-SP também aposta na realização de cursos de bacharelado em Ciência de Dados e Inteligência Artificial. A formação mescla conhecimentos interdisciplinares de estatística, engenharia, computação e economia com assuntos como machine learning e big data. O cientista de dados é um profissional especialista em analisar dados, que possui habilidades técnicas para resolver problemas complexos e identificar tendências a partir das informações extraídas durante seu trabalho.

Qual a formação de um cientista de dados

Todas as competências aqui listadas serão muito utilizadas pelas empresas contratantes. Como é o caso da Uber, por exemplo, que realiza a análise de grandes massas de dados em tempo real, com o objetivo de regular seus preços. Então, para atender esse novo conjunto de exigências técnicas, https://andersonipne81581.ttblogs.com/5743124/curso-cientista-de-dados-com-horário-flexível-plataforma-própria-e-garantia-de-emprego surgiu um novo perfil. Para lidar efetivamente com grandes massas de dados, o profissional precisará dominar tecnologias que não tinham grande aplicação no dia a dia da computação tradicional. Caso isso aconteça, a informação poderá estar disponível quando ninguém mais precisar dela.

  • Já faz alguns anos que a profissão de cientista de dados – ou data scientist, em inglês – aparece em listas de empregos em alta no Brasil e no mundo.
  • Só assim é possível criar insights capazes de ajudar na estratégia de negócio de uma empresa de forma inteligente e fundamentada.
  • Dentro do mundo do Python, você vai ter, por exemplo, o Pandas como uma biblioteca que basicamente todo mundo utiliza, o Jupyter basicamente como espaço de exploração para fazer testes, com espaço exploratório.
  • Por isso, tanto para quem se candidata às vagas de data scientist quanto para quem contrata, é necessário primeiro compreender quais skills são realmente importantes para ocupar determinado posto.

Vale destacar que o Cientista de Dados também precisa estar sempre atualizado em relação às novas técnicas e ferramentas disponíveis no mercado. A área de Ciência de Dados é bastante dinâmica e está em constante evolução, por isso é fundamental que o profissional esteja sempre estudando e se atualizando. A demanda por esse profissional tem sido alta, https://tonnesen-wrenn-2.blogbright.net/several-individuals-all-around-the-earth-fall-short-to-achieve-the-ambitions-just-about-every-day-mainly-because-they-simply-just-operate-out-of-time-this-can-direct-to-a-incredibly-ten o que geralmente resulta em salários competitivos, mas a concorrência também é alta. Além disso, ele é necessário em uma ampla variedade de setores, incluindo tecnologia, saúde, finanças, varejo, marketing, entre outros. Os alunos devem se matricular nas disciplinas optativas que miram essa carreira, como é o caso de programação e banco de dados.

Onde trabalha um cientista de dados?

A empresa americana de logística UPS também utiliza o Big Data Analytics para seus mais de 100 mil veículos, por meio de otimizações de cálculos de rotas, cálculo de tempo ocioso dos veículos e recomendação de manutenções preventivas. Ou seja, é preciso entender do negócio em que vai trabalhar, seja ele da área varejista, telecomunicações, mídia, logística, finanças, órgão público, entretenimento ou qualquer https://www.infinitetoursandtravels.com/php-world-wide-web-growth-advantageous-for-online-company/ outro. A computação em nuvem surgiu para facilitar a tarefa de lidar com grandes massas de dados. Cada vez mais haverá a necessidade que o profissional tenha intimidade com a programação multicore (paralela) e em cluster (distribuída). Produzir esses resultados não é trivial, pois as informações que todos desejam podem estar escondidas e, assim, alcançá-las com tempo e custo aceitáveis pode ser complicado.